BE4616

Compartilhe:


BE4616 - ANO XIV - São Paulo, 15 de Março de 2017 - ISSN1677-4388

versão para impressão
“Workshop Blockchain e o Registro de Imóveis Eletrônico”
Evento será realizado no dia 31/3, em São Paulo/SP, em uma promoção conjunta do IRIB e da ABDRI

O IRIB abre o seu calendário de eventos de 2017 com uma iniciativa inédita: o “Workshop Blockchain e o Registro de Imóveis Eletrônico”, que será realizado em São Paulo, Capital, no dia 31 de março. Promovido em parceria com Academia Brasileira de Direito Registral Imobiliário (ABDRI), o evento permitirá a participação presencial e também remota, com transmissão simultânea pela internet.

“O Workshop é oportunidade única para prospectar os cenários do sistema registral do futuro e participar de palestras com os maiores especialistas do assunto no Brasil. Será possível conhecer mais sobre o estado da arte da tecnologia dO blockchain e suas aplicações no âmbito do Registro de Imóveis, seu potencial, oportunidades e desafios”, afirma o presidente do Instituto, Sérgio Jacomino. 

O evento será coordenado pela pesquisadora e engenheira mecatrônica Adriana Unger. Para falar sobre a nova tecnologia, foram convidados a advogada Rosine Kadamani e o cientista computacional, Edilson Osório Junior, ambos cofundadores da Blockchain Academy, rede colaborativa de educação, voltada para a formação multidisciplinar focada em bitcoin, blockchain e temas correlatos.

A programação também permitirá a discussão sobre as atuais diretrizes do Registro de Imóveis eletrônico no país. Vão palestrar sobre o tema o juiz substituto em Segundo Grau e membro da Comissão para Assuntos de Informática do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Antonio Carlos Alves Braga Júnior, e o registrador de imóveis em Taboão da Serra/SP, Daniel Lago Rodrigues. Os convidados são estudiosos do Sistema de Registro Eletrônico de Imóveis, o SREI.

Para a coordenadora do evento, Adriana Unger, “a tecnologia do blockchain já é razoavelmente difundida no mercado financeiro, mas sua aplicação para registros públicos ainda é incipiente no mundo todo. Este workshop será um evento exclusivo para os registradores de imóveis se engajarem na aplicação de novas tecnologias como o blockchain em favor da atividade registral e da modernização do sistema de registro de imóveis no Brasil”.

Inscrições e programação

Confira a programação completa no portal do IRIB. Em breve, todas as informações, bem como as formas de inscrição, também estarão disponíveis no site. Será possível a participação presencial e a distância. Aqueles que optarem por esta modalidade receberão um link para o acesso pessoal, por meio de login e senha, à transmissão simultânea pela internet.

Os associados ao IRIB terão descontos nas taxas de inscrições tanto na participação remota como na presencial, sendo esta limitada a 40 vagas.

Programação

Fonte: Assessoria de Comunicação do IRIB
Em 15.03.2017

"Resumo da proposta de constituição do Operador Nacional do Registro de Imóveis eletrônico"
Artigo é de autoria do diretor de Tecnologia da Informação do IRIB e titular do 1º Registro de Imóveis de São Paulo/SP, Flauzilino Araújo dos Santos

Autos: PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS – 0000665-50.2017.2.00.0000
Requerente: SÉRGIO JACOMINO E OUTROS
Requerido: CORREGEDORIA NACIONAL DE JUSTIÇA 


A minuta do ato constitutivo do Operador Nacional do Registro de Imóveis Eletrônico – ONR, foi elaborada pelo Instituto de Registro Imobiliário do Brasil – IRIB, com as seguintes considerações:
1.      Em bom momento o Poder Executivo Federal, por meio da Medida Provisória nº 759, de 22/12/2016, complementa lacuna da Lei nº 11.977, de 7/7/2009, visto que essa lei prevê em seu art. 37 que “Os serviços de registros públicos de que trata a Lei no 6.015, de 31 de dezembro de 1973, observados os prazos e condições previstas em regulamento, instituirão sistema de registro eletrônico”, todavia, não disciplinou como os oficiais de registro de imóveis se organizariam, para implementação do Sistema de Registro de Imóveis Eletrônico – SREI.
 
2.      Tendo em vista estudos realizados no âmbito do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a E. Corregedoria Nacional de Justiça editou a Recomendação nº 14, em 2/7/2014, e disponibilizou o modelo para criação e implantação, nos cartórios, do Sistema de Registro Eletrônico Imobiliário (S-REI), com o objetivo de replicar a plataforma em todo o país. Posteriormente, foi editado, também, pela E. Corregedoria Nacional, o Provimento nº 47, de 18/7/2015, que estabeleceu diretrizes gerais para o sistema de registro eletrônico de imóveis. No art. 9º, desse provimento, foi fixado que “os serviços eletrônicos compartilhados passarão a ser prestados dentro do prazo de 360 (trezentos e sessenta) dias”.
 
3.      A despeito do prazo de 5 (cinco) anos fixado pelo art. 39, da Lei nº 11.977, de 2009, bem como, do prazo fixado pelo art. 9º, do Provimento nº 47, de 2015, ambos já expirados, é certo que mesmo com os esforços já empreendidos pelos oficiais de registro de imóveis e por suas entidades representativas, ainda não foi possível implantar o registro de imóveis eletrônico, tanto para informatizar os procedimentos registrais internos e de gestão das serventias, quanto para promover a interconexão de todas as unidades de registro de imóveis do país com o Poder judiciário, a Administração Pública e os usuários privados.
 
4.      Com efeito, a necessária interoperabilidade de dados, prevista na Lei nº 11.977/2009, na Recomendação nº 14/2014, e no Provimento nº 47/2015, EXIGE o funcionamento uniforme do Sistema de Registro de Imóveis Eletrônico – SREI, em todo o território nacional, com ênfase:  

 

·(1º) na adoção de governança corporativa para o Sistema Nacional de Registro de Imóveis (SNRI);
 
·(2º) na inclusão digital das serventias registrais de pequeno porte; e,
 
·(3º) em promover um barramento nacional de integração, interoperabilidade e acesso das bases de dados das serventias.


 

Esses requisitos, categorizados como essenciais para o funcionamento do SREI, constam na minuta apresentada pelo IRIB para constituição do Operador Nacional do Registro de Imóveis Eletrônico – ONR. 

Leia o artigo completo


 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do IRIB
Em 14.03.2017

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione o email boletim@irib.org.br ao seu catálogo de endereços.

EXPEDIENTE - BOLETIM ELETRÔNICO DO IRIB

O Boletim Eletrônico é uma publicação do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil - IRIB.

Presidente do IRIB: Sérgio Jacomino (presidente@irib.org.br)
Jornalista responsável: Andrea Vieira - MTB 4.188
Textos: Juliana Affe - MTB 11.511
Consultoria: Fábio Fuzari e Daniela Lopes
Ouvidoria: ouvidoria@irib.org.br

Nota de responsabilidade

O inteiro teor das notícias e informações você encontra no site do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil - IRIB. O IRIB não assume qualquer responsabilidade pelo teor do que é veiculado neste informativo.
As opiniões veiculadas não expressam necessariamente a opinião da diretoria do IRIB e dos editores deste boletim eletrônico. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.

Direitos de reprodução

As matérias aqui veiculadas podem ser reproduzidas mediante expressa autorização dos editores, com a indicação da fonte.



Av. Paulista, 2073 - Horsa I - Conjuntos 1.201 e 1.202 - Bairro Cerqueira Cesar
CEP 01311-300 - São Paulo/SP, Brasil

(11) 3289-3599 | (11) 3289-3321

www.irib.org.br