skip to Main Content

Anoreg/CE: Convênio marca a criação da Central de Registros Imobiliários do Ceará

O desenvolvimento da Central de Registro Imobiliário do Ceará está em pleno funcionamento. Atualmente, os técnicos do sistema estão trabalhando nas regras e fluxos de negócio, montando as adaptações necessárias em cima da base tecnológica que foi fornecida pelo Colégio Registral Imobiliário de Santa Catarina (Crisc).

O convênio entre o Colégio Registral de Santa Catarina e a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Ceará (Anoreg-CE) foi assinado em Joinville, no dia 23 de maio de 2018, durante uma visita institucional e técnica para conhecer o sistema da Central de Registro Imobiliário de Santa Catarina – Crisc. Na avaliação da presidente da Anoreg-CE, Helena Borges, a magnitude do pensamento institucional das entidades de Santa Catarina, irmanadas neste ato com a Anoreg/CE, visando o fortalecimento da classe e a máxima eficiência na prestação dos serviços a sociedade em geral, foi fator preponderante para que os cartórios cearenses ganhassem agilidade na confecção da sua central própria. “A base tecnológica disponibilizada pelos colegas catarinenses está sendo fundamental. Nós recebemos o código fonte e estamos trabalhando para adequadá-lo às nossas necessidades. Isso é muito diferente de termos que começar do zero ou arcar com custos altíssimos comprando um sistema todo completo”, explica. Contou também com a participação de corpo técnico de registradores cearenses e do Sinoredi/CE bem como com o integral apoio do IRTDPJ/CE que juntamente com o Sinoredi/CE cederam espaço físico para o funcionamento da central.

A saída por trabalhar em cima do sistema da Crisc possibilitou uma customização do Sistema e juntamente com a disponibilização do espaço físico veio por minimizar custos possibilitando a criação da central própria. Segundo Miguel Jefferson, responsável técnico pela implementação da Central no Ceará, após a fase de testes no código fonte, a equipe está trabalhando em estudos para uma migração de linguagem, prevendo inclusive uma ampliação dos serviços.

O ritmo dos trabalhos é ratificado por Helena Borges que salienta a importância da parceria com Santa Catarina: “É impossível falar da Central sem mencionar os nomes da Bianca Castellar, presidente do Crisc, do Miguel Ortale, presidente da Anoreg-SC. O apoio institucional dado por ambos foi fundamental para nós aqui do Ceará. Destaco isso não apenas pela questão tecnológica, mas sobretudo para mostrar como os cartorários do Brasil inteiro podem achar soluções conjuntas, caminhar de forma unida. Ter esse apoio, de todos, pensando enquanto colegas de profissão, é algo recompensador.”, afirma Helena.

Fonte: Anoreg/CE

Back To Top
ACESSO À ÁREA DO ASSOCIADO



Esqueci a senha