skip to Main Content

TJAL: Poder Judiciário entrega 207 títulos do Moradia Legal III em São Luís do Quitunde

Na última ação do ano do Programa Moradia Legal III, o desembargador Otávio Leão Praxedes, presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), entregou, nesta sexta-feira (21), 207 títulos de propriedade a moradores do município de São Luís do Quitunde. O município, com cerca de 35 mil habitantes, também foi beneficiado com o lançamento da pedra fundamental do novo Fórum.

“Essas pessoas vão ter, além da posse, a propriedade regularizada. Estou muito feliz porque desde quando assumir a Presidência venho defendendo que o Judiciário tem que chegar mais perto da população, principalmente das pessoas que mais precisam da atenção do Poder Público. Mesmo a Justiça estando em recesso, atendemos ao pleito da execução desse projeto ainda este ano porque vai trazer muitas felicidades aos moradores do município”, disse o presidente do TJAL.

A professora Gildênia Daniel do Nascimento, de 49 anos, foi a primeira contemplada com a escritura de sua casa, que divide com o pai, o irmão, a cunhada e seus cinco sobrinhos. “Esse documento traz muita segurança porque agora nós temos um documento oficial entregue pela Justiça. Sem isso a gente não tem nenhuma propriedade, mas agora já posso dormir tranquila porque sabemos que é nosso”, contou a moradora.

O juiz coordenador do Moradia Legal e auxiliar da Presidência do TJAL, Carlos Cavalcanti, explicou que já tem cinco cidades com as documentações encaminhadas para serem beneficiadas. “O projeto continuará durante a gestão do desembargador Tutmés Airan de Albuquerque, já temos os municípios de Piranhas, Craíbas, Belém e Murici que poderão entregar esses títulos a partir do mês de fevereiro. Vamos retomar também o programa de regularização fundiária de imóveis rurais, o Rural Legal", adiantou o magistrado.

Destacando a importância social do programa, a prefeita Fernanda Cavalcanti falou sobre o interesse de realizar mais etapas no município para que todos os moradores possam regularizar suas casas. “Na população quitundense nós temos muitas pessoas carentes e eu tenho certeza que a entrega desses títulos irá trazer a alegria de ter o documento e saber que aquilo é seu. Eu me sinto muito feliz por estar participando dessa ação e agradecida ao presidente Otávio Praxedes e ao juiz Carlos Cavalcanti que cuidou de todo o processo", comentou.

Fonte: TJAL

Back To Top
ACESSO À ÁREA DO ASSOCIADO



Esqueci a senha