BE4067

Compartilhe:


BE4067 - ANO X - São Paulo, 10 de maio de 2011 - ISSN1677-4388

Senado aprova projeto que altera regras do Programa Minha Casa, Minha Vida
Matéria, que traz benefícios para registradores, segue para sanção presidencial

O Senado Federal aprovou na tarde desta terça-feira, dia 10 de maio, a Medida Provisória 514/10, que estabelece novas regras para a segunda etapa do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Transformada em projeto de lei de conversão (PLV 10/11), a matéria segue para sanção presidencial.

Em seu voto, o relator senador Waldemir Moka (PMDB-MS) manteve a íntegra do texto aprovado, no dia 27 de abril, na Câmara dos Deputados. A totalidade dos senadores presentes à sessão acompanhou o seu voto.
 

O texto aprovado nas duas casas legislativas traz mudanças significativas para os registradores de imóveis, entre elas a redução nos descontos que eram concedidos pela Lei 11.977/2009. Passam a valer os percentuais de desconto de 75% para os imóveis do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS) e 50% para os atos relacionados aos demais empreendimentos do PMCMV em casos de abertura de matrícula, registro de incorporação, parcelamento do solo, averbação de construção e outros referentes à construção de empreendimentos no âmbito do programa.

Leia mais

Fonte: Assessoria de Comunicação do IRIB
Em 10.05.2011

ARISP realiza encontro para discutir novas tecnologias
Evento ocorrerá no dia 13/05, em São Paulo, com a presença de registradores do Peru e da Espanha

A Associação dos Registradores Imobiliários do Estado de São Paulo (ARISP) vai realizar o Ntics - II Encontro de Registradores de Imóveis no dia 13 de maio, em São Paulo, no Hotel Holiday Inn. O tema do encontro é "Novas tecnologias de informação e comunicação aplicadas ao Registro de Imóveis".

O objetivo é discutir aspectos do Provimento nº 4/2011 de 2/3/2011, editado pela Corregedoria Geral da Justiça do Estado de São Paulo, que disciplinou o acesso via Internet às informações de todos os Registros de Imóveis do Estado de São Paulo. A norma estabelece a pesquisa para localização de imóveis à partir do número do CPF ou do CNPJ, a visualização da matrícula na Web e o prazo de duas horas expedição da certidão. Também serão abordadas as questões da penhora eletrônica de imóveis (Penhora Online), da implantação do registro de imóveis eletrônico e da preservação digital de documentos.

A ARISP é a entidade que desenvolveu essa tecnologia e executou o projeto aprovado pela Corregedoria-Geral. Com a determinação legal, o consumidor, as entidades de crédito, construção civil, OAB, corretores e operadores de negócios imobiliários podem contar com um sistema de pesquisa para localização de imóveis, consulta e visualização de matrícula imobiliária, além de obter, no prazo de até duas horas, a certidão digital diretamente na base de dados integrada dos cartórios de Registro de Imóveis de todo o Estado de SP.

Leia mais

Clique para realizar a inscrição

Fonte: Assessoria de comunicação do IRIB
Em 10.05.2011

STJ: Indenização por terra desapropriada deve seguir prova pericial
A prova pericial é indispensável ao pedido expropriatório

A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a realização de nova perícia para apuração de valor de duas fazendas no sul do Pará, desapropriadas para fim de reforma agrária. Os ministros declararam a nulidade do processo que discute o pagamento da indenização à Fazenda Campo Alegre S/A a partir do encerramento da instrução, inclusive.

A ação de desapropriação foi proposta pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) visando as denominadas Fazenda Pau Brasil (62,3 mil hectares) e Fazenda Caju (nove mil hectares), localizadas no município de Santana do Araguaia (PA).

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu manter em parte a sentença que adotou os valores apresentados pelo Incra quando da impugnação ao laudo pericial, excluída a depreciação em decorrência de posseiros. O valor ficou em R$ 18,8 milhões.

Leia mais

Fonte: Site do STJ
Em 10.05.2011

"É válido o contrato de compra e venda verbal celebrado entre as partes, não podendo o autor-reconvindo furtar-se ao cumprimento de sua obrigação"

"(...) O conjunto probatório constante dos autos nos leva a um juízo de segurança para concluir que o réu-reconvinte faz jus à escritura púbica, a fim de que possa exercer todas as faculdades inerentes ao domínio do bem. In casu, não se trata de mera posse do imóvel, o que, em tese, poderia caber a ação de usucapião, desde que transcorrido o prazo necessário. O caso aqui é de típico contrato de compra e venda com pagamento do preço. Ainda que tenha sido feito na forma verbal, tenho que ficaram demonstradas a onerosidade, a bilateralidade e as obrigações entre as partes, ficando inicialmente transparecida a intenção do autor-reconvindo de transferir a propriedade do imóvel ao réu-reconvinte. Se houve posterior arrependimento por parte do autor-reconvindo, caberia a ele restituir o preço recebido e o pagamento por eventuais perdas e danos, pois do contrário caracterizaria enriquecimento ilícito por parte do promitente vendedor (...)". Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, desembargador Sandoval Oliveira.

Íntegra da decisão

Fonte: Assessoria de comunicação do IRIB
Em 10.05.2011

EXPEDIENTE - BOLETIM ELETRÔNICO DO IRIB

O Boletim Eletrônico do IRIB é uma publicação eletrônica do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil - IRIB.

Presidente do IRIB: Francisco José Rezende dos Santos ([email protected])
Jornalista responsável: Andrea Vieira Mtb 4.188
Textos: Tatielly Diniz
Ouvidoria do Irib: [email protected]

Nota de responsabilidade

O inteiro teor das notícias e informações você encontra no site do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil - IRIB. O IRIB não assume qualquer responsabilidade pelo teor do que é veiculado neste informativo.
As opiniões veiculadas não expressam necessariamente a opinião da diretoria do IRIB e dos editores deste boletim eletrônico. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.

Direitos de reprodução

As matérias aqui veiculadas podem ser reproduzidas mediante expressa autorização dos editores, com a indicação da fonte.



Av. Paulista, 1439 - 9º andar - CJ: 94 - CEP 01311-926 - São Paulo - Brasil

(11) 3289 3599 | (11) 3289 3321

www.irib.org.br

""